01/04/2017

LIA, A ESPOSA DESPREZADA

 
 

Lia é descrita como tendo olhos "baços" ou "fracos" (Gênesis 20:17) "Lia tinha olhos os olhos baços, porém Raquel era formosa de porte e de semblante." Os olhos baços pode referir-se a falta de visão, aparência física não atraente, ou falta de brilho no olhar o que é mais provável. Lia, em lugar da prometida Raquel, tornou-se esposa de Jacó. Ela devia ter sido uma filha obediente, porque concordou em participar do engano do seu pai Labão e se casou com Jacó na qual amava sua irmã Raquel, mas apesar de tudo isso ela amou Jacó e se devotou a ele como esposa e mãe de seus filhos.
 

Lia deve ter sofrido muito, sentindo o desprezo de seu marido por ela e ainda ter sido instrumento de engano de seu pai. Muitas mulheres quando lê a história de vida dessa mulher, logo diz: - Claro, ela era feia!, mas a Bíblia não deixa claro se ela era feia ou bonita, Lia era mulher como uma de nós independente da aparência física, queria ser amada e desejado por seu marido, sinto pena de Lia nesse aspecto porque devia ter sido muito difícil para ela a vida que ela levava.


Lia apesar de viver em constantes comparações com sua irmã Raquel, Deus não a desamparou, Deus permitiu que ela engravidasse, enquanto a esterilidade de Raquel era mantida, ela teve a honra de dar a luz ao filho mais velho de Jacó, ela achou que com esse filho Jacó passaria a amá-la o que não aconteceu (Gn 29:32). Lia enfrentou o nascimento de seu segundo filho, e depois o terceiro filho ela disse: "Desta vez, se unirá a mim meu marido", revelando uma intensa fome de amor (v. 34). Não consigo me imaginar casada com alguém que não me amasse, nós mulheres temos uma imensa necessidade de ser amada pelo meu marido.
 

Lia começou seu casamento focada apenas naquilo em que ela NÃO possuía, mas se determinou louvar a Deus e voltou seu coração para tudo o que ela tinha. Somente depois do nascimento do seu quarto filho Judá, fez essa esposa desprezada aprender a confiar em Javé "Esta vez louvarei o Senhor" (Gn 29:35).
 

Traçando a linhagem messiânica, o mundo todo se alegra com Lia, porque a sua fidelidade foi recompensada. O "Leão da Tribo de Judá", Jesus, o Messias, descende de seu filho Judá, e a linhagem dos sacerdotes, de seu filho Levi (Veja Ap 5:5). Lia demonstrou a necessidade intensa de viver para Deus e glorifica-lo acima de tudo, apesar de ter sido desprezada e nem amada por seu marido Deus vislumbrou em Lia uma beleza interior que a capacitou a cumprir os planos de Deus (Gn 29:31).
 

Lia não fez Jacó mudar, mas pode se transformar e reconhecer a mão de Deus em sua vida (Gn 30:31), Lia foi abençoada e gerou em seu ventre as 12 tribos de Israel, as tribos que dariam origem e início a uma nova nação muitos anos depois, Deus deu a ela o amor que Jacó jamais conseguiu dar, Deus lhe honrou com fertilidade e do seu ventre uma nação, um instrumento do cumprimento da promessa de Deus.


Independente da sua aparência, Deus te ama assim como você é, porque foi ele quem te formou e te fez com qualidades peculiares como as de Lia, uma mulher pode ser desprezada por um homem, mas Deus a ama com amor incondicional, e a honra como instrumento da realização de um plano maior. Você mulher aprenda com a Bíblia, não despreze jamais a nenhuma mulher que não tenha uma aparência como a sua , porque todas nós somos filhas de Deus e formadas por suas mãos. Espalhe amor e motivação para todas aquelas que são desprezadas e humilhadas.




VEJA TAMBÉM...

COMO BAIXAR MÚSICA DO YOUTUBE EM MP3 SEM PROGRAMA
- RECEITA BOLO DE MILHO VERDE EM LATA SUPER FOFO
- REBECA - UMA MULHER DE FÉ
- ETIQUETA NAS REDES SOCIAIS


Hey!
Não deixe de nos seguir nas redes sociais, sua participação por lá é muito importante para nosso Ministério: Facebook MNTA - Facebook NTA - Instagram
 
 
Foto: Rede Record
Fonte: Bíblia de estudo da Mulher - Editora Mundo cristão
Atriz Denise Del Vecchio interpretando Lia na Série José do Egito Rede Record
 
 
 
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário