12/02/2018

JAEL - UMA BEDUÍNA SAGAZ




Jael era esposa de um homem chamado Héber e eles pertenciam a tribo dos queneus, um povo seminômades no deserto que, desde o tempo de Moisés, tinham contato próximo com os israelitas. Esse povo eram agricultores e metalúrgicos, que provavelmente haviam aprendido este ofício nas minas de cobre egípcias da Península do Sinai.
 
Héber (significa aliado), havia deixado seu próprio povo e acampado ao norte próximo a Hazor. Aliou-se a Jabim, provavelmente ajudando-o a desenvolver poderosas carruagens. Assim a decisão de tomar partido dos israelitas, não os dos cananeus, os aliados de seu marido Héber, foi muito importante. Estas ações sugerem que ela colocava o compromisso de seu coração com Deus acima até mesmo de seu marido.


Fica claro que Jael convidou Sísera e lhe deu refúgio em sua tenda (gente Sísera é um homem, apesar do nome soar feminino). Ela ofereceu a ele leite ou iogurte, até hoje é uma bebida muito apreciada pelos beduínos, e, com sagacidade ela o fez adormecer; então usando ferramentas de trabalho como uma estaca e um martelo Jael matou Sísera, o inimigo de Israel e de Deus.


É irônico que Sísera tenha buscado segurança na tenda de uma "amiga" e acabou encontrando ali a sua morte, temeroso, fugiu dos guerreiros poderosos que o perseguia, mas ao mesmo tempo confiou a sua vida à uma mulher humilde. Sísera um grande guerreiro, sofreu a maior de todas as humilhações ao morrer pelas mãos de uma mulher; Jael recebeu total louvor por seu ato heroico no cântico de Débora - Juízes 5:24.


*Naquela época um homem morrer pelas mãos de uma mulher era extremamente vergonhoso para o homem, pois a mulher era considerada um ser fraco, frágil e sem habilidades de guerra. Mesmo as mulheres não sendo dotadas de força física este ato heroico de Jael mostra que somos dotadas de inteligência e sagacidade, habilidade que veio a ser muito mais útil na morte deste homem que perseguia o povo israelita do que a força de muitos guerreiros.


E mais uma vez Deus mostrou ser o único e verdadeiro Deus pelo cumprimento de uma profecia em Juízes 4:9,21 e pela gloriosa vitória nos versos 23-24. O caráter das mulheres foi honrado, pois Débora e Jael foram usadas por Deus para cumprir seu propósito de livrar o povo de seus inimigos.




VEJA TAMBÉM...

- DÉBORA - UMA JUÍZA LEVANTADA POR DEUS
- DICAS DE COMO SE VESTIR COM MODESTIA E DECÊNCIA EM QUALQUER LUGAR
- ACSA - A FILHA ASTUTA DE CALEBE
- 18 ATITUDES DA MULHER PODEROSA
- RECEITA BOLO DE MILHO VERDE EM LATA SUPER FOFO
- #5 PROBLEMAS QUE PODEM AFETAR DRASTICAMENTE O SEU CASAMENTO
- RAABE - UMA SALVADORA SAGAZ



Hey!

Não deixe de nos seguir nas redes sociais, sua participação por lá é muito importante para nosso Ministério: Facebook MNTA - Facebook NTA - Instagram
  


Foto: Google
Fonte: Partes deste artigo foram retirados da Bíblia de Estudo da Mulher - Editora Mundo cristão, página 323 e Trecho marcado com asterisco (*) é uma ênfase acrescentada por Regiane M.

 
 
 
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário